Quero trabalhar, e agora por onde eu começo? Parte 1

Aviso importante!

Eu sei que você não quer ver propagandas, porém o conteúdo gratuito só está aqui graças a publicidade. Considere desativar o AdBlock para esse site.

Esta com certeza é uma pergunta que bate na porta de todo mundo que está começando agora na área de tecnologia da informação. Bom, não sou nenhum especialista em carreira, mas posso afirmar que já passei por este dilema, e vou tentar explicar nesta série de artigos como você pode "entrar" no mercado de trabalho após ter feito alguns cursos ou uma formação específica em uma área de atuação.

Vale lembrar que o que vou escrever aqui é a minha opinião sobre o assunto, e não quer dizer que você tenha que gostar ou aceitar o que estiver escrito aqui, além do mais, podemos tracar idéias e sugestões, basta enviar um e-mail pra mim: ricardo@rbtech.info.

Neste primeiro artigos vamos falar um pouco sobre currículos, como fazer, como se destacar, e outras dicas para fazer um currículo que seja visto pelas empresas e entrevistadores.

E para começo de conversa digo o seguinte: quando for fazer seu currículo, não fique "enchendo linguiça". Um currículo grande não é sinônimo de bom. Seja simples e objetivo, diga o que tem que ser dito mas sem rodeios. Pra mim, currículo bom é aquele que tem 1 página somente.

E vamos combinar, que normalmente os entrevistadores nem olham currículos com 2 ou mais páginas, simplesmente descartam os mesmos até porque eles também precisam fazer o trabalho deles andar mais depressa.

Não coloque informações sobre cursos ou palestras que não sejam pertinentes à vaga que você está buscando. Por exemplo, você vai levar seu currículo para uma vaga de programador e coloca que você fez curso de vitrinismo... nem preciso explicar o que irá acontecer né?

Quando falamos em idiomas geralmente a pessoa "morre pela boca". Se você não souber falar ou escrever MUITO BEM uma língua estrangeira, não coloque no seu currículo que você sabe inglês, por exemplo. Isso somente irá te prejudicar na hora da entrevista.

Evite colocar gírias populares e nunca, jamais cometa um erro de ortografia em seu currículo. Fotos em festas ou lugares diversos não combinam, coloque uma foto "séria", tirada em estúdio e de preferência usando uma roupa um pouco mais formal.

Uma fontes legíveis e com tamanhos moderados, nem muito grande e nem muito pequeno, evite também usar cores chamativas. Evite colocar pretensão salarial (se não for exigido).

E para finalizar, tenha um segundo currículo mais completo, isso mesmo você deve ter 2 currículos. Um deles é o resumo que você irá entregar nos processos de seleção para uma vaga. Outro é o currículo completo no qual você pode incluir informações mais detalhadas sobre cada assunto, mas evite ultrapassar 2 páginas de informação. Este currículo mais extenso é aquele que você entrega pessoalmente ao entrevistador no dia de sua entrevista.

Bom, espero que tenham gostado das dicas e até o próximo artigo. Quem gostou deixa um comentário...

Sobre o autor

Ricardo Bernardi

Sou técnico em hardware e desenvolvedor web, e sobre estes dois assuntos comecei a compartilhar aulas e artigos, tornando-me blogueiro em 2008. Em 2010 esse hobby virou profissão, e desde então tenho buscado melhorar e profissionalizar cada vez mais os projetos que mantenho na web.

Comentários

Atualmente temos 1 comentário para este post. Participe você também, clique aqui e comente sobre o assunto.

  • Wallace comentou em

    Falar sobre o mercado de trabalho é muito importante, pois esta bastante competitivo e cada dica nova é muito importante. Valeu.

    Responder

Deixe seu comentário