Frustração com a àrea técnica e a falta de grandes projetos

Home Fórum Assuntos diversos Frustração com a àrea técnica e a falta de grandes projetos

Este tópico contém respostas, possui 3 vozes e foi atualizado pela última vez por  Adailton Rodrigues 2 anos, 9 meses atrás.

Visualizando 4 posts - 1 até 4 (de 4 do total)
  • Autor
    Posts
  • #6520

    felipemantoan
    Moderador

    A quase dois anos atrás resolvi, entrar num curso técnico com o seguinte nome “Técnico em Informática para Internet”, até ai tudo bem (eu [pensava][doce ilusão] que tinha um vago conhecimento sobre html e Joomla, conhecimento real de (Linux/Hardware), só que o curso foi muito mal estruturado e frustrante (o que era pra ser uma mudança de perspectiva na minha vida {me profissionalizar e conseguir o diploma, foi o maior erro da minha vida}).
    Quando começaram as aulas tive um choque de realidade, as matérias que eu achava interessante/gostava {hardware}, eram dadas de forma teórica {sinceramente tenho vergonha de quem diz “…tenho curso técnico e sou fod***…”}.
    Logo quando comecei meu TCC, por incrível que pareça eles davam mais atenção a documentação sobre o software/sistema do que o trabalho em si. Depois de um tempo programando por hobby, seja em qualquer linguagem, sinto falta de padrões, e projetos bem estruturados. Isso só fica pior quando faço manutenção em códigos alheios.
    Vou dar um exemplo prático:
    Ex.:

    
    if($qualquer_coisa == NULL){
    //faz alguma coisa
    }
    if($UmEstiloDeVariavelDiferenciado === TRUE)
    {
    //imaginem só
    }
    

    Ainda no mesmo código

    
    if($qualquer_coisa != NULL):
    //faz alguma coisa
    endif;
    
    if($issoNaoParaNunca == FALSE){
    //faça algo
    }else{
    //pare por favor
    }
    
    foreach($variavel as $mais_alguma_coisa):
    //você sabe o que vem a seguir
    endforeach;
    

    Até mesmo misturando codificação procedural com Orientação a Objetos. Se você escolheu um estilo siga-o até o final!

    Fora outras coisas chatas como isso a baixo:

    
    class A{
    
    function TesteDeCodigo(){
    $a = new A(); //AAAAAAAAAAAAAAAAAAAHHHHHHHHHHHH
    $a->funcao_aleatoria();
    }
    }
    

    Isso me mata.Me pergunto $this cadê você? self?

    Me desculpe se você fez curso técnico (não foi intenção de desrespeitar), algumas escolas conseguem passar um bom conteúdo. Porém a que eu fiz me decepcionou muito.

    Mas o que mata mesmo é a falta de padrão, mistura de estilos de código, códigos ala Doutor Frankenstein (um monte de retalhos). Sem contar os sistema vulneráveis você avisa o programador e ele não faz nada (AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAHHHHHH).

    Acho que foi isso, eu precisa dar “RAGE” aqui no fórum (mesmo que de forma estranha).

    #6522

    Eu sou da opinião de que as instituições de ensino visam somente o lucro e que se exploda o estudante. Pode até ser uma teoria meio extremista, mas é o que eu penso.

    Vamos pegar o exemplo de uma faculdade: se não der lucro, ela fecha as portas, portanto a foco principal deles é ganhar dinheiro e não ensinar os alunos.

    O ensino é um meio que eles usam para chegar ao objetivo… pode não ser uma realidade para 100% das escolas e faculdades, mas creio que são poucas que se salvam.

    #6523

    felipemantoan
    Moderador

    concordo, mesmo as instituições públicas que eram pra ser de qualidade, a custos zero, na prática, o fazem muito mal, salvo em alguns casos professores que realmente se esforçam (mas a maioria não está nem ai[concursados malditos] ou não querem concorrência). Dou muito mais valor em quem me diz “aprendi tudo na internet na raça”.

    #6569

    Adailton Rodrigues
    Participante

    Cara, concordo com vocês. Fiz um curso técnico em Manutenção e Suporte em Informática, mas na verdade a sala de aula que aprendi foi a Internet.

Visualizando 4 posts - 1 até 4 (de 4 do total)

Você deve fazer login para responder a este tópico.